yazilimweb tasarim
Junho 2018 - Farenheit 451

Junho 2018 – Farenheit 451

Carregando mapa ....

Data / Hora
Date(s) - 28/06/2018
21:30 - 23:30

0

Localização
Fábrica De Alternativas

Categorias


Grau de Destruição – Fahrenheit 451

Título original: Fahrenheit 451
De: François Truffaut
Com: Oskar Werner, Julie Christie, Cyril Cusack
Género: Drama, Ficção Científica
Outros dados: Grã-Bretanha, 1966, 1h53m.

Como seria a sociedade se a palavra escrita tivesse sido banida? Se ler fosse considerado um acto subversivo? Se todo e qualquer material impresso fosse queimado, como o são hoje as drogas apreendidas pela polícia aos traficantes? Se, por outro lado, as drogas fossem distribuídas gratuitamente, com o objectivo de pacificar/embrutecer os cidadãos? Se a televisão fosse o único veículo de comunicação, obviamente sem legendas, e prestando informações totalmente controladas pela elite governamental? Esta é a história de “Grau de Destruição”, filme que François Truffaut realizou com base num romance de Ray Bradbury, um dos escritores mais conceituados no género da ficção científica. O título original do filme – Fahrenheit 451 – é a temperatura necessária para que o papel entre em combustão. Truffaut transportou para o cinema uma fábula visionária que fala do “saber” como a mais refinada forma de poder: quanto menos informadas as pessoas estiverem, mais fácil será submetê-las aos desígnios dos governantes.

“Grau de Destruição” foi a única incursão de Truffaut no género da ficção científica, e é em geral considerado como uma obra menor na cinematografia do realizador francês. Se é um facto que o livro de Bradbury não foi transposto na íntegra para o grande ecrã, a verdade é que isso não afectou a ideia principal que o autor pretendia transmitir. E talvez a década de 60, altura em que o filme se estreou no circuito comercial, fosse um período demasiado longínquo para se perceber que a ficção está, afinal, bem mais próxima da realidade.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *