yazilimweb tasarim

28SET2014 – Voto: Participação ou engodo

Mesa Redonda – Debate

Do estado da arte do estudo de sistemas políticos emana uma ideia transversal: as diferentes configurações institucionais representam a forma como os constituintes (vulgo cidadãos) se pretendem ver reflectidos (no caso de regimes democráticos) ou de como as elites encaram a melhor forma de enquadramento para a massa constituinte (no caso de regimes mais ou menos autocráticos). Pretende-se assim reflectir sobre a forma como a maioria dos estudos no mainstream académico ignoram ou na melhor das hipóteses desvalorizam a verdadeira questão da arquitectura do poder através da sistematização limitativa quer da participação (dita cívica) quer do próprio acesso ao sistema. Procura-se igualmente reflectir sobre a teia insidiosa que fez evoluir os modernos sistemas políticos (nomeadamente ao nível do sufrágio) e as alternativas reais de anti sistematização quer historicamente quer no plano teórico.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *