yazilimweb tasarim

MAI2016 – Obras-primas do cinema clássico americano

4 Obras-primas do cinema clássico americano é o ciclo de cinema de Maio: O arrependido, de Jacques Tourneur, no dia 5; Eva, de Joseph L. Mankiewicz, no dia 12;A sombra do caçador, de Charles Laughton, no dia 19; Os filhos da noite, de Nicholas Ray, no dia 26.

5 Maio 2016


O arrependido (Out of the past)
De Jacques Tourneur
Com Robert Mitchum, Jane Greer, Kirk Douglas, Rhonda Fleming, Richard Webb,Steve Brodie
E.U.A., 1947
Drama, 1h37m.

Mitchum é soberbo no papel do rapaz da cidade que procura nova vida no campo e é atraído de volta por estranhas forças. Este filme recorda-nos que todos nós temos submundos que preferimos não visitar, mas com os quais somos confrontados amiúde, tal como Mitchum nesta belíssima obra. Tourneur, mestre indubitável na exploração dos fantasmas da psique, no seu melhor, como em ‘A Pantera’, ‘Zombie’ e neste ‘O arrependido’.

12 de Maio 2016


Eva (All about Eve)
De Joseph L. Mankiewicz
Com Bette Davis, Anne Baxter, George Sanders, Celeste Holm
E.U.A., 1950
Drama, 2h18 min.

A partir do momento em que vê o seu ídolo na entrada do palco, Eve Harrington (AnneBaxter) faz tudo o que está ao seu alcance para tirar o estrelato e o sucesso à grandeactriz Margo Channing (Bette Davis).
Eva consegue o papel de Margo na Broadway, brilhando e chamando a atenção de todos. Eva continua a insinuar-se e apenas o crítico de teatro consegue atravessar o véu de mentiras e ilusões criadas por Eva, vendo-a como ela realmente é. Também com Thelma Ritzer e Marylin Monroe, este clássico ganhou seis Óscares, recebendo o maior número de nomeações da história (catorze).

19 de Maio 2016


A sombra do caçador (The night of the hunter)
De Charles Laughton
Com Robert Mitchum, Shelley Winters
E.U.A., 1955
Drama, 1h33 min.

Alto, com boa presença, e com as palavras amor e ódio tatuados nos dedos das mãos, o Reverendo Harry Powell (Robert Mitchum) passeia-se pelo campo pregando o Evangelho…enquanto vai deixando para trás um rasto de mulheres assassinadas. Para ele, a palavra do Senhor tem mais a ver com condenar almas do que propriamente com salvá-las, em particular quando os seus interesses estão envolvidos. Agora, os seus olhos estão postos em $10,000 – cujo paradeiro é conhecido apenas por duas crianças.
Reconhecido de forma unânime como um dos mais importantes filmes da história do cinema, este extraordinário film-noir assinado por Charles Laughton conta com um desempenho notável de Robert Mitchum

26 de Maio 2016


Os filhos da noite (They live by night)
De Nicholas Ray
Com Cathy O’Donnell, Farley Granger, Howard da Silva, Jay C. Flippen
E.U.A., 1949
Drama, 1h35 min.

O jovem Bowie (Farley Granger) evade-se da prisão com dois outros condenados, Cicamaw (Howard da Silva) e T-Dub (Jay C. Flippen), iniciando imediatamente os preparativos de um ‘trabalho’ que, nos planos de Bowie, lhe permitirá contactar um advogado e pôr a sua vida em ordem.
A história vai-se desenvolvendo em torno do encontro de Bowie com uma jovem, Keechie (Cathy O’Donnell), após um assalto mal sucedido, e do amor profundo que, mau grado as circunstâncias adversas magistralmente encenadas no desenrolar desta obra-prima, acaba por dominar as suas vidas, os restantes personagens, o enredo e o espectador.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *