Ensaio sobre a Cegueira

Map Unavailable

Data / Hora
Date(s) - 17/02/2018
18:30 - 23:30

0

Localização
Fabrica de Alternativas

Categorias


Sábado, dia 17 de Fevereiro, 18h30 – “Ensaio sobre a Cegueira” de José Saramago. Filme de Fernando Meirelles e Debate

“A cegueira começa num único homem, durante a sua rotina habitual. Quando está sentado em seu carro no semáforo, este homem tem um ataque de cegueira, e é aí, com as pessoas que correm em seu socorro que uma cadeia sucessiva de cegueira se forma… Uma cegueira, branca, como um mar de leite e jamais conhecida, alastra-se rapidamente em forma de epidemia. O governo decide agir, e as pessoas infectadas são colocadas em uma quarentena com recursos limitados que irá desvendar aos poucos as características primitivas do ser humano.

A força da epidemia não diminui com as atitudes tomadas pelo governo e depressa o mundo se torna cego, onde apenas uma mulher, misteriosa e secretamente manterá a sua visão, enfrentando todos os horrores que serão causados, presenciando visualmente todos os sentimentos que se desenrolam na obra: poder, obediência, ganância, carinho, desejo, vergonha; dominadores, dominados, subjugadores e subjugados.

Nesta quarentena esses sentimentos se irão desenvolver sob diversas formas: lutas entre grupos pela pouca comida disponibilizada, compaixão pelos doentes e os mais necessitados, como idosos ou crianças, embaraço por atitudes que antes nunca seriam cometidas, atos de violência e abuso sexual, mortes,…”

In https://pt.wikipedia.org/wiki/Ensaio_sobre_a_Cegueira

“Este é um livro francamente terrível com o qual eu quero que o leitor sofra tanto como eu sofri ao escrevê-lo. Nele se descreve uma longa tortura. É um livro brutal e violento e é simultaneamente uma das experiências mais dolorosas da minha vida. São 300 páginas de constante aflição. Através da escrita, tentei dizer que não somos bons e que é preciso que tenhamos coragem para reconhecer isso.” José Saramago.

Programa:

18h30 – Projecção do filme: “Ensaio sobre a Cegueira”, de 2008, produzido pelo Japão, Brasil e Canadá, dirigido por Fernando Meirelles, que abriu o Festival de Cannes de 2008 e com roteiro baseado no livro de José Saramago.

Sinopse:

“Uma inédita e inexplicável epidemia de cegueira atinge uma cidade. Chamada de “cegueira branca”, já que as pessoas atingidas apenas passam a ver uma superfície leitosa, a doença surge inicialmente em um homem no trânsito e, pouco a pouco, se espalha pelo país. À medida que os afetados são colocados em quarentena e os serviços oferecidos pelo Estado começam a falhar as pessoas passam a lutar por suas necessidades básicas, expondo seus instintos primários. Nesta situação a única pessoa que ainda consegue enxergar é a mulher de um médico (Julianne Moore), que juntamente com um grupo de internos tenta encontrar a humanidade perdida.”

José Saramago após assistir Ensaio Sobre a Cegueira (2008) https://www.youtube.com/watch?

20h – Jantar

21h30 – Debate

3 thoughts on “Ensaio sobre a Cegueira”

  1. Quando o amor é o único que protege e salva da “cegueira” em que a maioria está a cair, mesmo aqueles que parecem mais despertos para a vida, conscientes do que se passa e cientificamente conhecedores do que os rodeia…. quando o amor incondicional não se deixa dominar pelo medo, determinado, enfrenta o antro humano feito barbárie, une a diferença e opera a mudança….

Deixar uma resposta