Arquivo da Categoria: Informação

Ciclo de cinema de Abril 2019

O ciclo de cinema de Abril da Fábrica de Alternativas é dedicado ao cinema japonês de agora. O ciclo inicia-se com o filme ‘Despedidas’ (2008), de Yojiro Takita, no dia 4, prossegue com ‘Assunto de família’ (2018), de Kore-Eda Hirokazu, no dia 11, e termina com ‘A enguia’ (1997), de Shokei Imamura, no dia 18.
No dia 25 de Abril, exibimos o filme ‘Outro país’ (1999), de Sérgio Tréfaut.

Observatório da Guerra e do Militarismo

Um grupo de pessoas reunidas durante o evento sobre o anti-militarismo que aconteceu no passado sábado dia 26 na Fábrica de Alternativas tomou a iniciativa de iniciar a criação de um Observatório das guerras e do Militarismo com a ideia da promoção da Paz.

Somos um grupo de cidadãos/ãs, que tem vindo a trabalhar na construção de um autêntico movimento pela paz. 

Não nos consideramos a nós próprios/as, nem a ninguém,  com um direito especial para falar da paz, ou do pacifismo, ou da militância contra a guerra e o militarismo. 

Sabemos que existem, na sociedade, diversos conceitos e formas de estar em relação a estes assuntos. Trata-se de construir forças e não de separar. 

O objectivo imediato do Observatório é o de fornecer – de maneira regular – informação fidedigna, verificada pelo colectivo, que permita um fácil acesso à informação sobre estas questões da guerra e da paz. É nesta perspectiva que criámos e que estamos sempre melhorando o nosso sítio Internet e todos os instrumentos de comunicação que usamos ou viermos a usar.

  A nossa concepção de um grupo desta natureza é de que as pessoas individuais, membros do nosso colectivo, têm todo o direito a terem as suas opções próprias, nos planos político e ideológico, em particular, desde que compatíveis com uma cultura de paz. 

A base de acordo do nosso colectivo assenta nos pontos seguintes:

– A convicção profunda de que não há boas «soluções» armadas, ou seja, que estas não são solução nenhuma para os conflitos, quer entre Estados, ou dentro de um mesmo Estado (guerra civil)

– A convicção profunda de que um desarmamento das diversas potências mundiais ou regionais e alianças respectivas, é importante e urgente; que merece a mobilização dos povos para pressionar os governos e outros órgãos de soberania nesse sentido.

– Desejamos o diálogo com todas as pessoas; também com aquelas cuja opinião é sensivelmente diferente da nossa, pois a paz constrói-se no respeito de todos. 

– O Observatório tem como vectores principais de actividades:
a) dar informação objectiva sobre as guerras em curso (ou passadas),
b) dar informação sobre questões geo-estratégicas e não somente militares,
c) acolher opiniões de pessoas ou entidades sobre estas temáticas,
d) animar e participar em debates em torno destas questões, quer pelo nosso colectivo, quer por entidades que se proponham fazê-lo.

Os membros deste colectivo podem participar noutras estruturas e organizações. Eles/elas só são obrigados/as a respeitar os acordos estabelecidos e voluntariamente aceites no interior deste colectivo. A adesão ao colectivo é inteiramente livre e voluntária. A adesão de novos membros, bem como todas as outras questões da actividade do colectivo são examinadas e as decisões tomadas conjuntamente pelos seus membros, segundo os métodos da democracia directa. Quaisquer pontos que se considerem de futuro, serão acrescentados e incorporados a esta base de acordo, pelos membros.

A quem nos desejar visitar estamos aqui: ogmfp.wordpress.com

Ciclo de Fevereiro de 2019 – Cinema alemão de agora

O ciclo de Fevereiro de 2019 é dedicado ao cinema alemão mais recente. O primeiro e último filmes, Hanami – Cerejeiras em flor e Fukushima, Meu Amor, a 7 e a 28 de Fevereiro, respectivamente, foram realizados por Doris Dörrie. Pelo meio, Phoenix, de Christian Petzold, a 14 de Fevereiro, e Contra a parede, de Fatih Akin, a 21 de Fevereiro. Todos, de realizadores premiados.

Uma pérola em Algés chamada RePlaneta

O nº 37 da rua de Olivença de Algés (rua das Finanças de Algés), que já foi a pastelaria Pérola de Olivença, alberga agora uma nova pérola, de nome RePlaneta, um espaço muito bonito e acolhedor, onde podemos adquirir produtos alimentares e outros (por exemplo, detergentes) a granel.  

Os produtos alimentares não são sempre biológicos mas são cuidadosamente escolhidos.

O RePlaneta (https://www.instagram.com/replanetaa/) é seguramente um espaço onde podemos consumir de forma muito menos agressiva para o planeta Terra. Ah! E o atendimento é cinco estrelas. Espaços assim devem (têm) de se acarinhados!

Sorteio do Pássaro Alberto

Decorreu no Domingo dia 20 o sorteio do “Pássaro Alberto” uma obra gentilmente oferecida à Fábrica de Alternativas pela artista e nossa amiga, a ceramista Alice Diniz. O sorteio decorreu dentro da maior normalidade e, em virtude de o Sr. Presidente da Republica, que tínhamos convidado para o realizar tenha preferido ir para os futebois lá para os lados do Estádio Nacional, socorremos-nos da Avó Lúcia que meteu a mão no saco e retirou o nome da Feliz contemplada. Assista ao video.

Adeus Alberto e que sejas muito feliz na tua nova casa.

TIROTEIO NA FLORIDA – MEDITAÇÃO – MAKE IT RAIN

 Por Manuel Banet Baptista, 15 de fevereiro de 2018

TIROTEIO NA FLORIDA – MEDITAÇÃO – MAKE IT RAIN

MEDITAÇÃO
 
Nos EUA – Florida, mais uma vez, um jovem sem apoio, sem família, sem cuidado torna-se – num instante – o vector dum massacre. 
Quantas e quantas vezes vemos/ouvimos histórias aterradoras de tiroteios em escolas ou outros locais públicos nesse país, a tal «Indispensable Nation»? 
– Insistir em não ver o problema que está na raiz dos massacres, ou seja, a profunda disfunção social, que envolve perda de referências dentro da família, ou famílias desestruturadas? Querem ignorar o facto essencial de se tratar de uma sociedade em que se acha «ok» que quem não paga seguro, não tenha direito a uma assistência e apoio na doença?
– Sociedade e governantes sem compaixão verdadeira, sim, são responsáveis pelas guerras distantes e pelos sucessivos episódios de massacres «ao domicílio»… Mas, claro, é muito mais conveniente «culpar» o instrumento do crime … pelo crime!
Todas as facas deveriam ser banidas! Há muitos crimes em que são usadas facas! Se não é assim, porque razão querem banir o porte de arma legal? 
Será para prevenir o crime? Ou o objetivo é …outro!?

ED SHEERAN – MAKE IT RAIN